The Host

Poetry

A poem by Guilherme.

cars at sunset

The sunset has the most beautiful perfume
The trees are so feminine,
they quietly wave to you

Lights illuminate the street
a mysterious quiet descends

Birds go to their homes
And the silence grows deeper
It’s a warm invitation to be a part of all this –

This stillness
is the host
And as the most beautiful host,
It involves you
In the most beautiful welcome rain

Ah, silence.
Your perfume
is so mysterious.

Portuguese original

O anfitrião

O pôr do sol tem o mais belo perfume
As árvores são tão femininas, que silenciosamente acenam para você

Luzes que iluminam a rua
e o misterioso silêncio que desce

Pássaros vão para suas casas
E o silêncio se aprofunda cada vez mais
É um caloroso convite para fazer parte disso tudo

O silêncio é o anfitrião
E como o mais belo anfitrião,
te envolve na mais linda chuva de boas-vindas

Ah, o silêncio.
O seu perfume
é tão misterioso

Featured image: Street in Rain by Eduard Gordeev

Guilherme

Guilherme is a journalist and musician from Brazil. Instagram: @gui_urso21

Comments are closed.